Amor Proibido - Que difícil!  

By Annelyse Siqueira
 

 

É tão difícil amar alguém que, por uma convenção social, 
está proibido prá gente...

É difícil ter de lidar com a falta de alguém que 
a gente sabe que num lugar bem perto, 
também está sentindo o mesmo sufoco, a mesma angústia, 
a mesma falta... mas tem também  a mesma 
impotência diante da situação...

É difícil não poder ser dono de si mesmo 
e fazer o que se tem vontade e necessidade, 
por se estar preso a um compromisso do qual a gente não 
pode simplesmente se desvencilhar, porque existem 
muitos outros fatores a serem considerados e não se pode 
ser tão egoísta e pensar só no bem estar da gente...

É difícil não querer magoar as pessoas que nos cercam e 
por isso mesmo a gente ter de magoar a si próprio...

É difícil não ter nem a chance de poder dividir com  alguém 
que a gente ama, mesmo que só por telefone, 
o que se está se sentindo num dia tão especial como hoje...

É difícil não poder,  no momento que se quer, 
dizer pessoalmente a alguém que a gente ama, por exemplo,
um Feliz Natal Meu Amor, ou um Feliz Aniversário, 
ou uma Feliz Páscoa, ou um Parabéns pelo novo emprego...
enfim, não poder comemorar as datas e os momentos que 
mais nos tocam e que mais nos fazem desejar estar com 
a pessoa que realmente amamos...

É difícil sufocar isso tudo dentro da gente e ter de disfarçar 
e fazer de conta que está tudo bem, tudo certo...

É difícil não poder assumir nossa verdadeira escolha e ter de
continuar a vida insossa que se tem até sabe-se lá quando...

É muito difícil não poder ser a gente mesmo 
e viver com toda a intensidade o amor 
que finalmente chegou em nossa vida...

É difícil demais viver um amor proibido...

É difícil demais não poder ter você aqui e agora comigo 
Meu Amor e juntos podermos comemorar essa data 
tão especial...

Ah! como é difícil !!!


   
Quer enviar esta mensagem para alguém especial?

Click na imagem abaixo

   
Dúvidas, críticas ou sugestões, fale comigo!



   
Adicione "Paixão e Ternura" aos seus Favoritos


   .

Página editada 25/12/2002

Atualizada em  06/01/2006


 
PAIXÃO E TERNURA By Terê Paetê

Todos os direitos reservados. All rights reserved.  



 

http://www.paixaoeternura.com