Amor Proibido


Ah! Esse amor proibido,
por muitos chamado "clandestino",
baila comigo sobre o infinito
a fazer-me delirar e sufocar o grito.


Ah! Esse amor proibido
me deixa em completo desatino,
fazendo-me perder a razão,
levando-me ao caminho da perdição.


Ah! Esse amor proibido
que embaralha o meu sentido!
Conto as horas para contigo estar,
sem os ponteiros do relógio acelerar.


Ah! Esse amor proibido
que dá asas ao meu sonhar atrevido,
permitindo-me em teus braços viajar
e roubar os teus beijos em qualquer lugar.


Ah! Esse amor proibido,
pelos deuses concebido,
fazendo-me sentir livre de preconceitos
e amar-te de todas os jeitos.


Ah! Esse amor proibido,
mesmo que seja bandido,
é o meu maior pecado.
Por amor será perdoado!

    

Ana Amélia Donádio

®DireitosAutoraisReservados©
Proibida a cópia sem autorização da autora.

Visite o site da autora:  Romantic Home
 


 
 




 
Adicione "Paixão e Ternura" aos seus Favoritos

      
  

  

Página editada em 18/11/2005

Atualizada em 06/01/2006

 


 
PAIXÃO E TERNURA By Terê Paetê

Todos os direitos reservados. All rights reserved.


http://www.paixaoeternura.com