CANÇÃO DO AMIGO

By Fátima Irene Pinto


CANÇÃO DO AMIGO

Você, meu amigo desconhecido,
Que quase todo dia, nesta tela aporta,
Trazendo belezas que me abrem portas,
Para Deus, em louvor agradecido.

Da vida, você fez-se o meu sentido.
Da poeta, você fez-se inspiração.
E vou seguindo nestes versos comovidos,
Escritos com a alma, em silente oração.

Eu não o conheço, tampouco você a mim.
Mas quando o amor e a ternura vertem assim,
O que importa o mútuo conhecimento?

Estamos irmanados num mesmo fim,
De chegar aos corações, com perfume de jasmim,
E soprar a voz de Deus, como sopram a brisa e o vento.

Fátima Irene Pinto

Veja outras obras da autora em seu site:  www.fatimairene.com
 

Envie esta mensagem para alguém especial!

Click na imagem abaixo

 

  

Adicione "Paixão e Ternura" aos seus Favoritos

.  

 

   

Página editada em 08/03/2003

Atualizada em  06/01/2006

 

PAIXÃO E TERNURA By Terê Paetê

Todos os direitos reservados. All rights reserved.