.

DEVANEIO DO FIM
 

By Anacris

Devaneio do Fim


Sinto-me, agora, acordando...
ou será que ainda sonho?
Parece que estive embriagada
ao som de doces acalantos
onde em sussurros ouvia
palavras de mil encantos.

Sabendo estar sonhando
em vão tentei despertar.
Ao tentar abrir meus olhos,
em um doce beijo da paixão
cerraram-se novamente
mergulhando na ilusão.

Mas o tempo, senhor das horas,
envolvendo-me em um abraço
me consolou da saudade
na ausência permanente,
soprando verdade em meus olhos
que agora se abrem lentamente...

                                                     Anacris
.

®DireitosAutoraisReservados©
Proibida a cópia sem autorização da autora.

Esta poesia me foi gentilmente cedida pela querida amiga Anacris

Contatos com a autora:  Click Aqui

Envie esta mensagem para alguém especial!

Click na imagem abaixo
 

 
 

Adicione "Paixão e Ternura" aos seus Favoritos

       

     

Página editada em 21/02/2003

Atualizada em  06/01/2006

 


PAIXÃO E TERNURA By Terê Paetê

Todos os direitos reservados. All rights reserved.


 http://www.paixaoeternura.com