ALI... NAQUELE LUGAR...

Maria José Zanini Tauil


Nada planejamos...
Nem sequer nos conhecíamos
Mas em suas teias, o destino nos enreda
e naquele fim de tarde,
cruzaram-se nossos caminhos...

A tão bela natureza
estampada à nossa volta,
fez deflagar em nós,
com toda a grandeza,
um sentimento forte e profundo...

E o cenário deslumbrante,
serviu de moldura
para o histórico encontro
de nossas mãos...
de nossas bocas...
de nossos corpos...

Quantas vezes ali voltamos
e só borboletas saltitantes
cirandando pelo ar,
testemunharam
nossas juras de amor...

Ali, naquele lugar,
quantos momentos eternizamos
com tantas fotografias...
Juntinhos,
ouvíamos a voz do vento,
o murmúrio das folhas,
o ressonar dos pássaros...

Quantas vezes
nossos corpos se fundiram
inebriados de paixão
e tivemos plena certeza
de que éramos metades
com perfeitos encaixes,
capazes de nos tornarem
um só ser...

Jamais nos separamos
e sempre que ali voltamos
as lembranças afloram,
nos beijamos...
Mas é diferente...

Nossos gestos,
já não têm o sabor do pecado,
que excita,
que impele,
que faz eletrizante o contato...

A chama não se apagou...
Estabilizou-se apenas...
Hoje ela é calma e serena,
porque é calmo e sereno
O NOSSO AMOR...

®DireitosAutoraisReservados©
Proibida a cópia sem autorização da autora.

Esta poesia me foi gentilmente cedida pela querida amiga 
Maria José Zanini Tauil

Veja outras obras da autora em seu site:   "Coração Bazar"
   

Quer enviar para alguém especial?

Click na imagem abaixo


 
Adicione "Paixão e Ternura" aos seus Favoritos

 


  

Página editada em 04/06/2003

Atualizada em  06/01/2006





PAIXÃO E TERNURA By Terê Paetê

Todos os direitos reservados. All rights reserved.




http://www.paixaoeternura.com