Amor,
hoje a saudade está batendo tão forte...
dá uma tristeza não poder te ter aqui comigo,
mesmo que fosse só virtualmente,
mas nem isso estamos conseguindo ultimamente...



Tenho tanta coisa pra te contar
tenho tanto amor pra te dar
e tudo tem de ficar aqui reprimido, escondido,
esperando pelo momento que a gente possa se encontrar...



Aí, quando finalmente esse momento acontece
temos tão pouco tempo para estarmos juntos
que é preciso optar por falar ou amar
e, sem dúvida, nossa necessidade maior é amar...



Então nos amamos, nos devoramos,
tentamos nos saciar tanto quanto possível, 
mas... quando poderíamos relaxar 
e falar do que sentimos e pensamos
já é hora de voltarmos para nossa vida real
e assumirmos nosso verdadeiro papel...



E a nossa conversa, o nosso diálogo 
vai sempre ficando para depois
porque nos falta tempo e liberdade 
de vivermos e sermos o que realmente queremos...



É culpa nossa termos nos encontrado tão tarde na vida?
Tenho certeza que não, por duas razões: 
porque acredito que tudo acontece no momento certo,
e porque nosso amor é recíproco e grande demais 
para ter acontecido só por mero acaso... 



E nós saberemos aguardar o "nosso momento",
não saberemos, amor?

Annelyse Siqueira
13/06/04

®DireitosAutoraisReservados©
Proibida a cópia sem autorização da autora.

  
Quer enviar para alguém especial?

Click na imagem abaixo


  
Adicione "Paixão e Ternura" aos seus Favoritos


  

  
    
Página editada em 11/12/2004

Atualizada em 06/01/2006
 



 

PAIXÃO E TERNURA By Terê Paetê

Todos os direitos reservados. All rights reserved.



http://www.paixaoeternura.com